sexta-feira, 16 de julho de 2010

Morrer


Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si.

Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor.

Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos.-Romanos 14:7-9

Nunca pensei que fosse tão forte Tua persuasão

em me fazer morrer um pouco mais a cada dia.

Mas é mesmo assim que sinto ,

preciso morrer.

Se eu não morrer,

Não será clara e verdadeira Tua vida em mim.

Se eu não morrer,

não verei com Teus olhos,

não falarei por Tua boca,

não amarei com Teu amor.

Se eu não morrer não gerarei filhos com teu DNA,

se eu não morrer não terei teu semblante em mim.

Meu amor já não é o bastante,

é pequeno,humano,falível...

teu amor não falha,

vem e ama através de mim com este amor.

Tu sabes o que estas fazendo,

e eu sinto que estas fazendo algo,

enquanto morro,

muito mais valioso torna-se meu viver,

estranho,mas é mesmo assim que me sinto.

Que eu diminua Senhor,hoje,

Que meu eu seja anulado,agora.

Faz de mim um vinho sem mistura

Um oléo imaculado.

Seja o centro,

seja o tudo,seja cem por cento,

é possível?

Se for..quero ser um vaso puro.

Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.-Gálatas 2:19

(poesias e reflexões de *Alessandra Barcelos)

***tradução,clique aqui

Já a venda!!!

''O que Deus intentava era mais profundo.A obra Dele na vida dela seria mais aprimorada,caso ela o deixasse agir como ele pretendia.

Fácil agora,avaliar a situação por este ângulo,mas..(trecho retirado do livro Sobre Tudo O Que Se Deve Guardar,Guarda Teu Coração)

compre aqui

Um comentário:

Mila disse...

Morrer para que Cristo viva em nós, é difícil demais Alessandra...mas não é impossível, para isso Jesus deixou seu Espírito Santo, para nos auxiliar nas nossas fraquezas...Mas confesso que quando nos deixamos levar pelas decepções que há em "nosso meio" a maior vontade é de morrer para não mais existir mesmo, rs

Bela sua poesia linda

Bjs

Mila Lopes

SEM FRONTEIRAS

type