quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Dicas para uma pequena loja de roupas e acessórios :onde e o quê comprar?

    Não basta ter uma linda loja,porém não poder vender as mercadorias a preço acessível,e com boa margem de lucros.(lembre-se que você precisa calcular os gastos de manutenção  com aluguel,escritório,agua/luz,sacolas etc, a reposição da mercadoria,e o seu lucro líquido final).
 Confesso que não sou o tipo de pessoa que age com naturalidade ao pedir um valor absurdo por uma blusinha ,por exemplo.
    Por ser cristã,meu tino comercial sai em prejuízo..ao contrário da maioria que conheço,estou sempre abaixando o valor real da minha mercadoria,ao invés de aumentá-lo.Para me controlar melhor deixo todas as etiquetas com preço(coisa que por trabalhar sozinha,eu não fazia antes)o preço a prazo,e o preço á vista com desconto,pois antes das etiquetas,pela pechincha dos clientes,cheguei a dar descontos prejudiciais para a Chocolate&Morango.


   Bom,para se ter preço é necessário saber onde,de quem, e o que comprar.Tenho comprado 90% das minhas mercadorias em São Paulo,no Brás.Como moro no interior do Estado,consigo ir em um dia e voltar no outro com ônibus fretados especificamente para este fim,que já estacionam diretamente entre as lojas,são os chamados ''bate-volta''.Pesquise em sua cidade uma agência  de turismo que preste este
tipo de serviço,pois ir direto a fonte é sempre a melhor opção,mercadorias trazidas por viajantes sempre chegam até a loja mais caras,resista ao poder de persuasão dos vendedores de porta,a menos que lhe ofereçam preço com pequena diferença dos pólos atacadistas,com qualidade e muito atraentes.
  Com certeza se pode achar muita coisa boa em São Paulo a bom preço(não de graça como mostra a televisão).Não adianta chegar lá e comprar uma porção de coisas baratas achando que assim venderá mais caro,ou mais rápido.Clientes não são tolos,eles sabem bem avaliar uma mercadoria de bom gosto ,costura e tecido.É mais confiável trazer 6 peças de qualidade e bom gosto,do que 3 dúzias de peças com tecido e aspecto inferior.
Para isto confira:
*se o tecido é muito quente(no verão)
*se tem tendência a fazer bolinhas a partir da primeira lavagem
*se desbota com facilidade
*se encolhe ou enlarguece demais após o uso.
*se as costuras estão bem feitas.
*se o tecido é muito transparente quando esta não é a intenção
*se os vestidos são forrados.


Trazer mercadorias de qualidade é uma maneira de fidelizar seus clientes,vender artigos de pequena durabilidade,é uma maneira de afasta-lo e perder uma possível segunda compra.

Tome cuidado com estampas!
Tomar cuidado com  estampas e com as modas muito absurdas é importante.
Estampas são divertidas ,descontraídas e necessárias,mas também podem ser  enjoativas  e poluentes quando em excesso...a cada 3    peças lisas em média, escolha uma estampada;e escolha claro,estampas de bom gosto,que refira classe e jovialidade,veja alguns bons exemplos:



No próximo texto sobre o assunto falaremos de outros pólos atacadistas ,e outros artigos que podem ser incluídos na sua lista de compras.Lembrando que você  sempre pode escapar das lojas atacadistas  muito  caras,e encontrar um meio termo para o bom,bonito e barato se não tiver preguiça de andar..
Até logo.

3 comentários:

Suely - HD disse...

Olá!!!
Conheci seu blog Alessandra, somos seguidores.
Vou ler todas as dicas, muito interessante.

Qdo puder nos visite!

Deus abençoe,
Suely

http://herdeirosdedeushd.blogspot.com/

Anônimo disse...

Olá sou lojista do interior da Paraiba. Adorei seu blog....gostaria de saber se poderia me orientar a uma primeira viajem ao Mega Pòlo Moda. Concordo com tudo que vc fala sobre preços. Não acho justo cobrar valores absurdos. POrém, primo por qualidade a minhas clientes. Tem alguma sugestão para eu não ficar tão atordoada com tanta oferta.

Bjs obrigada.

Luciara - MOnteiro
ciarapaiva@bol.com.br

Daiana Silva disse...

Estou começando com vendas,é bom saber dessas dicas.

SEM FRONTEIRAS

type