segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Insatisfação




Tenho um defeito incorrigível-ou não-detesto receber ordens,sentir-me presa,subjugada a vontade alheia.
Nos tempos da escola,não gostava de uniforme;quando tive meu primeiro emprego,depois de dois enfadonhos anos ouvindo coisas das quais não gostava,só porque era a mais jovem da empresa,e por isso ''devia respeito aos mais velhos etc''...todo mundo se achava no direito de me dizer o que quisesse e até de me dar apelidos muito chatos,porque eu era a mais nova e a ''evangélica'' que devia dar bom testemunho.
Sim,paguei o preço,fiz tudo isso,mas depois que sai de lá dei meu grito de liberdade.Enfrentei outros lugares e trabalhos:doméstica:
-''Olha bem,quero que limpe aqui e lá,assim e assim..''
Embaladeira em citrícola de limão,onde existem mulheres maquiavélicas,prontas para encontrar uma de quem possa falar mal...e adivinha pra quem sobrava?
Picadeira em fábrica de costura:costureiras estressadíssimas batendo suas tesouras na mesa e gritando o mais alto possível pra Encarregada de sessão ouvir e de preferência me dar uma bronca:-''Picadeiraaaaaaaaaaaaaa!!!''-e as tesouras batendo.
De novo,citrícolas de limão,e as mulheres que fofocavam o dia todo,paravam o serviço toda hora e iam para o banheiro sentar no chão,continuar fofocando e fumando...''eu até esquecia as vezes que estava com vontade de fazer xixi,de tão concentrada no trabalho!
Um dia me matei de trabalhar,esvaziei 5 bancas de limão enquanto duas maqueavélicas e folgadas embaladeiras falavam mal de mim em uma banca,foi o basta!Sai de lá,a pé,chorei o caminho inteiro e ao chegar em casa disse para o Alex:
-Nunca mais entro numa citrícola de limão!
Enfrentei depressão,críticas de familiares por não estar trabalhando,um sentimento de fracasso terrível e culpa;por meses.Minha mãe e sogra me mandava ir atrás de qualquer serviço,principalmente doméstica,eu me olhava no espelho e dizia:
-''Não sou uma doméstica!''-que me perdõem as domésticas,mas eu achava que,com cabelos crespos,pele morena e sem curso superior,se aceitasse este trabalho,aos poucos eu seria mesmo apenas uma mulher capacitada a este tipo de serviço.
Cismei de comprar um carrinho de cachorro-quente;comprei e comprei também a barraca.Comecei a fazer lanches e pastel,que vendia na garagem de minha casa,para o pessoal do Bairro.Valeu por uns tempos,mas me roubava o tempo com marido e filho,fechava a barraca meia noite e ainda ia lava-la e os utensílios.Além do mais não gostava de ficar cheirando a bacon,calabresa,gordura e etc...insatisfeita de novo!
Bom,resumindo,foi assim que cheguei aqui,na Loja Chocolate&Morango,que voces veem em tres etapas nas fotos acima:o primeiro salão vermelho quando abri,o segundo e por ultimo o atual,que é num ponto ótimo,por provisão de Deus.Fui,em tudo isso,movida pela insatisfação,grande aliada para os vencedores!
Todas as vezes que algo dentro de você estiver gritando por mudanças,cabe dar 2 passos:
-o primeiro e ver se estas mudanças que deseja não contrariam a Palavra de Deus. No meu caso encontrei respaldo,pois a Bíblia ensina que somos cabeça e não calda e nos dá a promessa de que não mais trabalharíamos para outro comer..e sim comeríamos nós mesmos do fruto de nosso trabalho.
-O segundo,e ter total consciência de que muitos te julgarão pretensioso(a) ou exibido por estar sonhando mais do que suas circunstancias lhe permitem...um dia li na Palavra que não se põe remendo novo em roupa velha,nem vinho novo e m odres velhos,e entendi que eu nunca seria profissionalmente feliz,enquanto não aprendesse a dizer ''não'' para os serviços que eu realmente não queria pra mim,só pra agradar a outros.
Não sei porque escrevi este post,mas espero que ajude alguém,o resumo de tudo é ''QUE TODA MUDANÇA COMEÇA NA INSATISFAÇÃO'',usando essa informação com juízo disciplina e temor de Deus,descobrirá porque as vezes você se sente tão infeliz fazendo o que faz,liberte-se!

7 comentários:

ANINHA disse...

Depois de 1 década, eis q apareço aqui, rs!!! Mas acredite, sempre está em meu coração.
Então, sobre o post: a gente se preocupa tanto em agradar os outros q esquece de sentir o q realmente queremos fazer, aí ficamos frustadas e tristes; Qdo nos encontramos com algo q nos satisfaça, pode vir a crítica q for, a pressão q for, estaremos felizes.
Ó, comigo foi assim tbém, mas ao contrário, tds queriam q eu fosse Dra. e tal, fiz facul e hj sou advogada, fiquei insistindo nisso durante anos p/ ser orgulho em casa, mas não ia prá frente, aí achava q era por não ser capaz e blá blá blá ... no momento q aceitei e expus q a única coisa q sabia é q não queria advogar, minha vida começou a mudar, e prá melhor.
Nossa, falei mto, kkk, bjooo flor!!!

Laudicéia Mendes disse...

Muito interessante! Está claro que ser despretencioso não significa reduzir-se à mediucridade...Parabéns pelos passos moderados mas sempre adiante!
Deus tem predileção pelos inconformados...e tenha certeza que tua escalada está só começando!
bjs,com crescete admiração...
Laudiceia Mendes

Laura Pinheiro disse...

concordo com a Laudiceia esta só começando, seu livro será sua proxima escalada de suçesso, não é porque eu sumi que eu não me lembrei de vc não viu?
alias vc não respondeu aos meus ultimos comentarios, to com probleminhas, e minha net deu problema tb, big bjão!
T+!

Lúcia disse...

ADOREI!!!
Bjs

Alessandra disse...

hoje foi o dia das visitas sumidas ressucitarem,glórias a Deus!Estava sentindo saudades de Aninha,Laura e Lúcia!
Quanto a ti minha irmã Laudicéia Mendes,muito obrigada pelos comentários carinhosos,conhece-la foi uma benção e adimiração é totalmente recípocra.Um abraço a todas vcs,vou visitá-las também.

mag disse...

Muito bacana essa parte da sua vida, um grande testemunho, graças a Deus você nao aceitou a sugestão a se submeter a trabalhos que nao te faziam feliz, quanto a insatisfação, e' isso mesmo que tenho dentro de mim, e Deus tem me escutado por vários dias, ha momentos que vejo uma mudança como a resposta de Deus, mas ainda nao esta completa, do jeito que eu quero, vou seguir lutando sim, sera uma grande luta mas sei que posso mudar essa situação...um bj grande pra você, e continue postando seus testemunhos, sao muito edificantes!!

simplesmentemonalisa disse...

Que post encorajador!
Concordo com tudo o que você disse.
Eu também mudei por causa da insatisfação. Sai de São Paulo e mudei para Niterói, com todos me dizendo o quanto eu era louca. Loucos eram eles. Eu sou é feliz!
Beijinhos

SEM FRONTEIRAS

type