quarta-feira, 7 de julho de 2010

Adolescência


Olho-me no espelho
De quem é este corpo?
De quem são estes seios?
Por dentro ainda sou uma garotinha
Queria outro nariz,outra boca,outros cabelos..
Tento ser descolada,
engraçada;
mas saio derrubando tudo
acho que estou descontrolada!
Alguém me pare,
Não era isto o que eu queria dizer!
Ninguém repare,
Esse é meu jeito adolescente de ser,
O tempo não para pra eu me entender.
Quero ter direito as mesmas infantilidades e mimos de antigamente,
Quero ter o respeito e a liberdade dos adultos,
Quero ser coerente.
Quero beijo,
Quero sexo,
É melhor nem falar a respeito das coisas que ando pensando...
Me envergonho de meus pais,mas os amo.
Preciso desesperadamente de Deus
mas em segredo,
Ele que não me ponha cabresto.
Alguém me salve
Sou adolescente!
Sou uma criança grande,
me expresso exageradamente
E as vezes me escondo na caixa do silencio deprimente.
O espelho me diz que estou pronta
Espelho mentiroso..
Ainda não preparei meus sentimentos.
Estou rindo,gargalhando
na mesma hora estou chorando
Alguém me diz como faço
pra conquistar o rapaz que estou amando!
Meu mundo acaba a cada paixão
Depois renasce por outra ilusão;
Vejo que estou desperdiçando as lágrimas..
Quero ser como meus amigos são
Quero ir onde eles vão
Mesmo assim,me sinto só
Alguém aí tire da minha garganta este nó.
E é por isso que não posso parar..
dia e noite vou andar pelas ruas,falar ao celular
Entrar no msn,conversar
Meu coração esta carente
esta doente
A quem devo me entregar?
Até as músicas me levam aos prantos,aos soluços
E o relógio continua a rodar...
Meus pais me sufocam
só me mandam estudar.
Desejo comer muito chocolate
e comprar o mundo inteiro
O que me irrita é esta falta de dinheiro..
Incapaz,o que será de mim?
O amanhã
Será que também vai ser assim??
Ah Deus..vou deixar que ponha cabresto
Vou deixar que endireite meus passos
Que desacelere meu coração
Que me faça olhar no teu próprio espelho..
Sim Deus,
Só tu podes entender meus sentimentos.

(poesias e reflexcões de *Alessandra Barcelos,inspirada em adolescentes que conheço)

2 comentários:

Chris Amag disse...

Gostei muito da sua poesia. Interessante esse poema inspirado em adolescentes que você conhece...

Voltei ao passado, há muitos anos (rsrsrs), lembrei-me que não era de olhar em espelhos, mas me preocupava muito com as espinhas que teimavam aparecer em meu rosto...

Mas o mais engraçado é que tudo que escreveu parece atual, pois me vejo em várias situaçôes parecidas, como por exemplo:


"Olho-me no espelho
De quem é este corpo?
De quem são estes seios?
Por dentro ainda sou uma garotinha
Queria outro nariz,outra boca,outros cabelos...
MAS O TEMPO ROUBOU-ME TUDO ISSO.

Tento ser descolada,engraçada,
MAS NA MINHA IDADE É UMA PIADA.

Quero ter direito as mesmas infantilidades e mimos de antigamente.

Quero ser coerente.
Quero beijo,
Quero sexo,
É melhor nem falar a respeito das coisas que ando pensando...

Preciso desesperadamente de Deus
mas SEM segredo,
Sou uma criança grande,
me expresso exageradamente
E as vezes me escondo na caixa do silencio deprimente.

Estou rindo, gargalhando
na mesma hora estou chorando
Alguém me diz como faço
pra conquistar o HOMEM que estou amando?


Desejo comer muito chocolate
e comprar o mundo inteiro
O que me irrita é esta falta de dinheiro..

Sim Deus,
Só tu podes entender meus sentimentos."



Não é preciso ser adolescente para sentir o seu poema, é perfeito para mim!

Bjs
com carinho
Chris Amag

Alessandra disse...

Que comentário lindooo,pois é,eu via as fotos de uma amiga no orkut,e comecei a ter estas senssações,me inspirei e escrevi...mas voce tem razão,muita coisa aí ainda serve para nossa idade...um beijo granndeee,adimiro muito teus poemas ,voce sabe!

SEM FRONTEIRAS

type