segunda-feira, 7 de março de 2011

Poesias e reflexões:longe do átrio

  
    A alegria se esvai,se esvai,se esvai..
    Como posso ser feliz longe dos teus átrios?
    Como posso me alegrar
    se me vejo em amarras
    que me enlaçam,que me prendem,
    em emoções que não sei explicar?
    Eu quero ir..
    meu corpo quer ficar
    Quero prosseguir,
    mas as pedras me fazem tropeçar..
    Deus meu,sou teu!
    Sei que andas junto a mim em qualquer lugar;
    mesmo que eu fizesse do Seol minha habitação
    Tu comigo estarias
    e comigo habitarias até me resgatar..
    Mas quero ir ao Teu encontro
   junto ao ribeiro das águas
   águas que correm do Trono..
    Eu direi como Davi:
   '' Essa fase vai passar
   e outra vez lá estarei
   novamente Teu Nome louvarei,
   na tua Casa
   habitação de tua glória
   no santo átrio e no altar..''


Envia a tua luz e a tua verdade, para que me guiem e me levem ao teu santo monte, e aos teus tabernáculos.
Então irei ao altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria, e com harpa te louvarei, ó Deus, Deus meu.
Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face e Deus meu.Salmo 43:3-5

2 comentários:

Pra.Thaís Itaborahy disse...

Ale, bom dia.

Um bjim na alma desesperado por Deus...

Ap 2:5 diz que todos podemso voltar, veja lá..

Pra. Thaís

Alessandra disse...

oi Pastora,um prazer tê-la aqui..esta poesia é apenas uma reflexão,baseada sim na alma desesperada,longe da Igreja,mas não se trata de mim mesma,não neste momento.
As vezes gosto de escrever poesias que retratem todos os aspectos e dilemas cristãos...esta''longe do átrio'',é um momento que muitos passam no decorrer desta caminhada.
Beijos no seu coração,és uma pastora muito linda e abençoada.

SEM FRONTEIRAS

type