quinta-feira, 9 de junho de 2011

Poesias e reflexões:Felicidade revôlta


Felicidade revolta
é quando a vida
quer que a gente chore,
mas a gente ri.
Ri tão alto
que a tristeza se envergonha e some;
E a gente ora  ao invés de reclamar,
E abraça as pessoas que a gente ama;
E com força se levanta para caminhar.
Vou berrar nos ouvidos da amargura a minha fé,
até ela se adocicar..
Minha felicidade se revolta
contra os dissabores da vida,
pois meu choro é derramado pela noite
mas quando o dia nasce,
eu volto a cantar.
Pra entender melhor essa poesia leia aqui

Um comentário:

Emoções disse...

Poetas, não se intitulam apenas poetas...
São seres estranhos, diferentes.
Possuidores de melancolia pungente
Nascem com o dom das palavras

A maldição do sentir extremado
Do sofrer demasiado
Do viver o sonho de amor
Com lancinante e extrema dor

Não sabem amar suave e sereno
Amam com todo o âmago, ao extremo.
Dedicam-se assim, por dias, noites,
Meses e anos sem fim

Mas como a vida é feita de escolhas
E na indiferença, na troca, sentem o desamor,
Mesmo compondo os mais belos versos
Inspirados que estão em seu espírito sofredor

Optam por parar de querer,
O que jamais poderão ter.
E como suas almas são predestinadas,
A escrever, escrever e mais nada,

Buscam nova inspiração,
Novas rimas, outra canção.
O poder do amor, um novo alguém,
Uma nova jornada!

SEM FRONTEIRAS

type